Buscar
  • Reneu Zonatto

O Yoga equilibra seus hormônios


Nossa jornada interior começa no corpo físico, ele é o veículo dessa viagem.

Todo o nosso sistema é regido pelas glândulas endócrinas, elas liberam hormônios que são lançados na corrente sanguínea. Esses hormônios vão ter um profundo efeito sobre todas as funções do nosso corpo físico, crescimento, metabolismo, digestão, nível energético, calor, sexualidade e também sobre nossa mente.

Qualquer oscilação na liberação desses hormônios, diminuição ou aceleração, vão causar profundas modificações em nosso fluxo hormonal e isto provocará distúrbios mentas e emocionais.

Emoções negativas (ansiedade, raiva, medo, ódio, inveja, rancor), são algumas das perturbações mentais que vão afetar a nossa saúde e a paz mental ocasionadas por distúrbios hormonais.

A glândula mais desconhecida do corpo humano é a glândula pineal, localizada no centro do cérebro. Esta glândula tem o formato de um cogumelo, e os antigos filósofos chamavam-na de “sede da alma” e controladora do pensamento.

Quando as espécies primitivas começaram a evoluir, certas criaturas teriam, de fato, um terceiro olho no centro da cabeça, muito sensível a luz e que era um regulador dos ciclos biológicos do corpo.

Gradualmente, depois de milhões de anos de evolução, esse “olho” se recolheu para o interior do cérebro, e hoje a glândula pineal dos seres humanos é o vestígio deste “terceiro olho”.

A glândula pineal é a conexão, no nível físico, com o “terceiro olho intuitivo” descrito pelos yogues.

Quando este “terceiro olho” é adequadamente desenvolvido ou “aberto” pelas práticas do Yoga, o praticante pode “vislumbrar” passado, presente e futuro e desfrutar de um estado divino de consciência superior.

O hormônio mais conhecido que a pineal segrega é a serotonina, também segrega outros hormônios que afetam outras glândulas e outros órgãos de regiões inferiores, e sua função está associada ao estado de consciência.

Quando esta glândula diminui a produção de serotonina, a pessoa experimenta um estado de relaxamento profundo, e pode alcançar estados elevados de consciência transcendental.

Há vários séculos, os yogues já haviam compreendido a necessidade de entender e equilibrar as secreções hormonais para se controlar e transcender a mente, por isso desenvolveram uma séria de (Ásanas) posturas de yoga, destinadas a atuar no equilíbrio das glândulas endócrinas trazendo saúde e perfeito funcionamento de todo o nosso corpo.


Um fato que revela a importância da prática do Yoga.


Professor Reneu Zonatto

131 visualizações

2018 - Todos os direitos Reservados.